Dólar cai para R$ 4,89 e bolsa tem maior alta em 6 meses

Compartilhe essa Notícia

A divulgação de dados fracos da economia dos Estados Unidos fez o mercado financeiro ter um dia de euforia. O dólar fechou abaixo de R$ 4,90 pela primeira vez em mais de 40 dias. A bolsa de valores teve a maior alta diária em 6 meses.

O dólar comercial encerrou esta sexta-feira (3) vendido a R$ 4,896, com recuo de R$ 0,068 (1,54%). A moeda abriu em baixa e intensificou a queda após a publicação de dados de emprego nos Estados Unidos. Na mínima do dia, por volta das 9h50, a cotação chegou a R$ 4,87.

Com o desempenho desta sexta-feira, a moeda norte-americana caiu 2,88% apenas nos três primeiros dias de novembro. Este ano, a divisa acumula baixa de 7,27%. O dólar está no menor valor desde 20 de setembro, quando tinha fechado vendido a R$ 4,88.

No mercado de ações, o dia foi marcado por fortes ganhos. O índice Ibovespa, da B3, fechou o dia aos 118.160 pontos, com forte alta de 2,7%. Esse foi o maior ganho diário desde 5 de maio. O indicador também está no nível mais alto desde 20 de setembro.

Em todo o planeta, o dólar caiu e as bolsas subiram após a divulgação de que a economia norte-americana criou menos empregos que o previsto em outubro. No mês passado, os Estados Unidos abriram 150 mil postos de trabalho, menos que os 180 mil previstos.

A notícia reduziu as expectativas de que o Federal Reserve (Fed, Banco Central norte-americano) eleve os juros básicos da maior economia do planeta antes do fim do ano. Isso porque os números fracos indicam que as altas de juros em vigor desde o início do ano passado surtiram efeito para conter a inflação nos Estados Unidos. Taxas menos altas em economias avançadas estimulam a aplicação de recursos em países emergentes, como o Brasil.

Mesmo com o agravamento do conflito entre Israel e o grupo palestino Hamas, o mercado financeiro ainda não sofreu turbulências significativas porque a guerra, a menos que se alastre pelo Oriente Médio, tem pequeno impacto na produção de petróleo.

A Agência Brasil está dando as matérias sobre o fechamento do mercado financeiro apenas em ocasiões extraordinárias. A cotação do dólar e o nível da bolsa de valores não são mais informados todos os dias.

* Com informações da Reuters

Fonte: EBC Economia

COMENTE ABAIXO: